Search options

Search
Search by author
Between Dates
to
Volume and Number
&
Spemd Logo

Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial

SPEMD | 2005 | 46 (1) | Page(s) 49-62


Revisão

Osteorradionecrose dos Maxilares


a Médico Dentista. Regente de Biopatologia no IPSN/ESVS
b Médico Dentista
c Médico Estomatologista. Director do serviço de Estomatologia do IPO-Porto. Regente de Patologia Oral no ISCS-N

  Show More
  DOI:



Volume - 46
Issue - 1
Revisão
Pages - 49-62
Go to Volume


Received on 30/03/2005
Accepted on 30/03/2005
Available Online on 30/03/2005


A osteorradionecrose (ORN) dos maxilares é uma das mais temidas complicações orais tardias da radioterapia para neoplasias da cabeça e pescoço. Pode ter consequências graves que variam desde dor severa a fístulas e fracturas patológicas. É basicamente uma necrose isquémica induzida pela radiação onde há evidência imagiológica e geralmente clínica de necrose óssea por mais de três meses e na ausência local de neoplasia. O tratamento pode ser conservador, com medidas de higiene oral, antibioticoterapia e eliminação de pequenos sequestros. Em casos de lesões avançadas, a cirurgia, nomeadamente a cirurgia radical, pode ser o tratamento mais apropriado. O médico dentista/estomatologista desempenha um papel fundamental na prevenção, no tratamento de complicações e seguimento de pacientes a efectuar ou submetidos a radioterapia.


Jaw osteorradionecrosis (ORN) is one of the most feared late oral complication of head and neck radiotherapy. It may include serious consequences that vary from severe pain to fistulae and pathological fractures. It’s basically an ischemic necrosis induced by radiation where imaging and clinical evidence can be seen over a period of more than three months and in the absence of local neoplasias. Treatment may be conservative, with oral hygiene measures, antibiotic therapy and the elimination of sequestrum. If lesions are severe, surgery, especially radical surgery, may be the most appropriate treatment. The dentist plays a fundamental role in prevention, in the treatment of complications and follow-up of patients undergoing radiotherapy.


Supplementary Content


  Download PDF