Search options

Search
Search by author
Between Dates
to
Volume and Number
&
Spemd Logo

Revista Portuguesa de Estomatologia, Medicina Dentária e Cirurgia Maxilofacial

SPEMD | 2007 | 48 (2) | Page(s) 69-77


Investigação

Efeito de Dois Sistemas de Branqueamento na Rugosidade da Superfície do Esmalte


a Médica Dentista, Professora Auxiliar de Dentistaria Operatória da Licenciatura em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina de Coimbra
b Médica Dentista, Monitora de Dentistaria Operatória da Licenciatura em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina de Coimbra
c Médico Dentista, Monitor Convidado de Dentistaria Operatória da Licenciatura em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina de Coimbra
d Médico Dentista, Monitor Convidado de Endodoncia da Licenciatura em Medicina Dentária da Faculdade de Medicina de Coimbra
e Engenheiro Mecânico, aluno de Doutoramento da Faculdade de Engenharia Mecânica da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra

  Show More
  DOI:



Volume - 48
Issue - 2
Investigação
Pages - 69-77
Go to Volume


Received on 30/06/2007
Accepted on 30/06/2007
Available Online on 30/06/2007


Objectivos: avaliar as acções do peróxido de carbamida a10% e do peróxido de hidrogénio a 25% activado pela luz de uma lâmpada LED, na rugosidade da superfície do esmalte e comparar a acção das duas terapêuticas. Materiais e Métodos: obtiveram-se trinta espécimes após separação das coroas de quinze prémolares divididas no sentido vertical do longo eixo dentário e de vestibular para lingual. Fizeram-se três grupos de acordo com a terapêutica: grupo 1 (sem terapêutica); grupo 2, peróxido de carbamida a 10% (Platinum®, 14 dias); grupo 3, peróxido de hidrogénio a 25% (Zoom! Chairside System® , 60 minutos). Entre tratamentos os espécimes foram imersas em saliva artificial. Antes e 24 horas após os tratamentos os espécimes foram analisadas recorrendo a um teste de rugosidade computorizado. Resultados: Os resultados foram tratados por comparação dos valores médios e dos desvios padrão, existindo diferenças entre os valores médios das rugosidades das amostras dos grupos sem tratamento e tratados com peróxido de hidrogénio a 25% com luz (parâmetros Ra e Rz) e as do grupo tratado com peróxido de carbamida a 10% (parâmetro Ra, Rz e Rpm). Conclusões: 1 – No grupo 1 não se identifica um aumento dos valores médios da rugosidade. 2 – No grupo 2, os valores médios da rugosidade são no geral mais altos para os dentes após o tratamento. 3 – No grupo 3, não se identifica um aumento dos valores médios da rugosidade. 4 – Outras medições devem ser realizadas, com intervalo de tempo maior, avaliando a possível regressão destes valores.


Aims: to assess the effect of 10% carbamide peroxide and 25% hydrogen peroxide activated by an LED lamp, on the roughness of the enamel surface and to compare the effect of the two treatments. Materials and Methods: we obtained the thirty samples after the separation of the crowns of fifteen premolars, split vertically on the long dental axis and from the vestibular to the lingual faces. Three groups were established according to the treatment: group 1 (no treatment); group 2, 10% carbamide peroxide (Platinum®, 14 days); group 3, 25% hydrogen peroxide (Zoom! Chairside System®, 60 minutes). Between treatments the samples were immersed in artificial saliva. Before and 24 hours after the treatments, the samples were analyzed using a computerized roughness tester. Results: The results were assessed by comparison of the mean values and standard deviation. There were differences between the mean values of the roughness of the samples from the groups without treatment and those treated with 25% hydrogen peroxide with light (parameters Ra and Rz), and those from the group treated with 10% carbamide peroxide (parameters Ra, Rz and Rpm). Conclusions: 1 – in group 1 no increase of the mean values of roughness was identified. 2 – in group 2 the mean values of roughness are generally higher in teeth after the treatment. 3 – in group 3, there was no increase in the mean values of roughness. 4 – Further tests need to be carried out with a greater time lapse, in order to assess the regression of these values.


Supplementary Content


  Download PDF